É NOTÍCIA: Riquinho promete “boicotar” realização do Afrobasket em Angola

Henrique Miguel “Riquinho” confirmou à redacção do Bola Em Campo que vai apresentar uma queixa ao Tribunal Arbitral dos Desportos sobre a dívida que o governo...


Henrique Miguel “Riquinho” confirmou à redacção do Bola Em Campo que vai apresentar uma queixa ao Tribunal Arbitral dos Desportos sobre a dívida que o governo angolano, por via do Comité Organizador do Campeonato Africano Sénior Masculino, tem com a sua empresa “Casa Real”, contraída aquando da realização do Afrobasket 2007.

O passivo ronda a volta dos 30 milhões de dólares norte-americanos, um valor que, volvidos 17 anos, não foi pago pelo governo angolano.

Riquinho, como é tratado, ameaçou apresentar uma queixa ao Tribunal Arbitral dos Desportos, depois da Federação Africana de Basquetebol (FIBA África) ter confirmado a cedência da organização do 31° Campeonato Africano de Basquetebol a Angola, em 2025.

O responsável da Casa Real e pai de Selton e Rifen Miguel, ambos a evoluírem nos Estados Unidos da América, está a preparar todo dossiê para dar entrada ao Tribunal Arbitral dos Desportos.

Entretanto, sobre este assunto, a Imparcial Press noticiou, ontem, Segunda-feira, 18, que na altura a Casa Real celebrou um contrato de «gestão dos direitos de publicidade e marketing» com a FIBA África, tendo pago neste mesmo período perto de 4,5 milhões de dólares.

O mesmo site refere que sem estes valores a realização da prova estaria comprometida, pois, o governo só havia disponibilizado dinheiro para o Comité Organizador do Campeonato Africano de Basquetebol, no dia 15 de Agosto do mesmo ano.

Marcos Olgário

Marcos Olgário

Deixe o seu comentário

Classificação Girabola 2023/24

Data provided by Scoreaxis

Últimas

Siga o nosso Facebok

CAN 2023