É NOTÍCIA: São Silvestre com acréscimo de 24 milhões e passa ter um custo de 80 milhões de Kwanzas nesta edição

Está lançada a 67ª edição da corrida pedestre denominada São Silvestre, que sai à rua de Luanda no último dia do ano (31 de Dezembro). A...


Está lançada a 67ª edição da corrida pedestre denominada São Silvestre, que sai à rua de Luanda no último dia do ano (31 de Dezembro).

A prova, que foi ontem, segunda-feira, apresentada à imprensa no Edifício Kilamba, em Luanda, ganha um orçamento inicial de oitenta milhões de kwanzas, segundo informou o presidente da Federação Angolana de Atletismo, Bernardo João.

João Bernardo acrescentou que o valor tende a aumentar dado aos actuais custos dos bilhetes de passagens para os atletas estrangeiros convidados para o evento de cariz internacional.

Entretanto, a prova de dez quilómetros ganha um acréscimo de 24 milhões de kwanzas em relação a edição de 2022.

Quanto as inovações do evento, a prova terá a participação de 12 Estados da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), nove da Região Cinco, além de representantes do Quénia, Etiópia e Somália, este último convidado pela organização.

Sobre as inscrições de atletas estrangeiros e nacionais, iniciam hoje, terça-feira, 31, por via das plataformas digitais da empresa “Tchaco Sport” e também em pontos estratégicos de muita movimentação populacional na capital do país.

Citou como exemplo a Cidadela Desportiva, Parque da Administração de Viana (Vila), Vila de Cacuaco e Administração do Kilamba. Cada inscrição vale 2500 kwanzas.

O responsável fez saber que, quanto as questões técnicas da prova, o agrimensor para medir o percurso vem de Portugal e chega ao país no dia 20 de Novembro, sendo que a Federação irá aproveitar a vinda deste inspector da Federação Internacional de Atletismo para formar quadros nacionais, para que Angola seja autónoma na área.

O evento anual terá o tiro de largada às 17 horas à frente do Governo Provincial de Luanda e términa no Estádio Municipal dos Coqueiros, mas antes será feita a vistoria no dia 20 de Novembro pela Comissão Interministerial, de modo a aferir que vias eventualmente carecem de intervenção.

A Sonangol, patrocinador oficial da 67ª edição da São Silvestre de Luanda, vai premiar do primeiro ao sétimo classificado.

PRÉMIOS PARA VENCEDORES

A organização prevê para os masculinos e femininos três mil dolares americanos para o 1º colocado, dois mil para o segundo, mil para o terceiro, 500 para o quarto, 250 para o quinto, 100 para o sexto e 50 dólares para o sétimo.

Para os atletas masculinos e femininos do atletismo adaptado, reserva-se um prémio de 500 mil kwanzas apenas para os master.

Prevê-se a presença de quatro mil concorrentes, entre os quais 65 estrangeiros, em ambos os sexos, mais mil que na competição anterior.

A edição passada da prova foi ganha em masculinos por Raphael Olekei, do Quénia, enquanto em feminino a vitória coube a angolana Ernestina Paulino, num evento que contou com 10 mil atletas.

A São Silvestre de Luanda disputa-se no dia 31 de Dezembro desde 1954 e foi interrompida apenas em duas edições: 1961 e 1978.

O evento de 2021 foi, excepcionalmente, disputado em Março de 2022, devido à pandemia da Covid-19.

A prova já trouxe à cidade de Luanda alguns dos melhores corredores do mundo, como Haile Gebrselassie (edição de 2011), o pentacampeão mundial da Meia Maratona, Zersenay Tadese (2013) e Priscah Jeptoo, campeã feminina da Maratona de Londres e de Nova York.

A corrida parte da Mutamba, passa pelas Avenidas Amílcar Cabral, Revolução de Outubro, Ho-Chi-Minh, Alameda Manuel Van-Dúnem, Largo do Kinaxixi, Rua da Missão, Rua Cirilo da Conceição, Avenida 4 de Fevereiro, Largo do Baleizão, Rua Francisco das Necessidades e termina no Estádio dos Coqueiros.

Todo direito: ANGOP

Marcos Olgário

Marcos Olgário

Deixe o seu comentário

Classificação Girabola 2023/24

Data provided by Scoreaxis

Últimas

Siga o nosso Facebok

CAN 2023