É NOTÍCIA: Artur Almeida fala em falta de verbas para duelo com Madagáscar

A poucas semanas do último jogo frente ao Madagáscar, pontuável para o grupo E, de apuramento ao CAN da Costa do Marfim, Artur de Almeida, presidente...


A poucas semanas do último jogo frente ao Madagáscar, pontuável para o grupo E, de apuramento ao CAN da Costa do Marfim, Artur de Almeida, presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), fez saber à imprensa que o órgão que dirige está sem fundos para organizar a partida que poderá ditar o regresso de Angola a mais alta roda do futebol africano a nível de selecções ‘AA’.

Artur Almeida disse ser difícil ter que esperar sempre apoios em cima da hora, e aproveitou para pedir aos órgãos que apoiam o desporto nacional para que tenham maior compromisso com o desporto nacional e em particular o futebol.

«Estamos a fazer de tudo para que o jogo ocorra sem sobressaltos. Vamos dar o nosso melhor para que possamos fazer um bom jogo e conseguir o apuramento para o CAN. Mas é preciso que as pessoas tenham mais sensibilidade para com o desporto nacional e em particular o futebol. Não podemos ter disponibilidade apenas a três ou dois dias do jogo. Se eu fosse dizer que temos tudo criado eu estaria a mentir, não posso mentir», revelou.

O jogo Angola e Madagáscar está marcado para o mês de Outubro, no Estádio Tundavala, às 15 horas. Os Palancas Negras figuram no grupo E, com 7 pontos, na segunda posição atrás do Ghana com 8, na 3ª e 4ª posição estão as selecções da República Centro-Afrcana e Madagáscar.

Entretanto, o Bola Em Campo sabe que há dinheiro para o jogo frente ao Madagáscar bem como para as eliminatórias para o CHAN 2024, mas a nossa fonte junto da FAF não precisou o valor disponível.

Marcos Olgário

Marcos Olgário

Deixe o seu comentário

Classificação Girabola 2023/24

Data provided by Scoreaxis

Últimas

Siga o nosso Facebok

CAN 2023