Últimas
É NOTÍCIA: Angola na linha da frente para organizar 31ª edição do Afrobasket 2025

É NOTÍCIA: Angola na linha da frente para organizar 31ª edição do Afrobasket 2025

É NOTÍCIA:  Romé Hebo lamenta ausência dos “Guerreiros” nos PAN-Africanos de Acra

É NOTÍCIA: Romé Hebo lamenta ausência dos “Guerreiros” nos PAN-Africanos de Acra

É NOTÍCIA: ANCAF quer GIRABOLA ser emitido em formato live streaming

É NOTÍCIA: ANCAF quer GIRABOLA ser emitido em formato live streaming

É NOTÍCIA: Elizabeth Dongua, melhor marcadora do ‘Nacional’, ruma para o andebol congolês

É NOTÍCIA: Elizabeth Dongua, melhor marcadora do ‘Nacional’, ruma para o andebol congolês

É NOTÍCIA

É NOTÍCIA: Hilal do Sudão pode estar a fazer jogo de bastidores para vencer Petro

É NOTÍCIA: Hilal do Sudão pode estar a fazer jogo de bastidores para vencer Petro

É NOTÍCIA: ‘GUERREIROS’ falham Pan-Africano no Ghana por não inscrição

É NOTÍCIA: ‘GUERREIROS’ falham Pan-Africano no Ghana por não inscrição

É NOTÍCIA: Clubes deixam de pagar árbitros na 2ª volta do Girabola 2023-24

É NOTÍCIA: Clubes deixam de pagar árbitros na 2ª volta do Girabola 2023-24

É NOTÍCIA: Fala-se que já há um acordo verbal entre o Petro de Luanda e jogador do clube militar

É NOTÍCIA: Fala-se que já há um acordo verbal entre o Petro de Luanda e jogador do clube militar

É NOTÍCIA: Herlander Coimbra alerta que «Não há lançadores na Selecção que vai à Tunísia»

É NOTÍCIA: Herlander Coimbra alerta que «Não há lançadores na Selecção que vai à Tunísia»

É NOTÍCIA: Petro privado de utilizar Shelsia Gabriel por conta de 62 milhões de kwanzas


Apesar de ter sido anunciada como reforço do emblema tricolor em Outubro de 2022, a Direcção do Petro de Luanda vê-se com dificuldade de utilizar a meia distância Shelsia Gabriel tudo porque a direcção do 1.º de Agosto, clube de proveniência da atleta, exige um montante de 62 milhões de kwanzas para libertar o passe da jovem atleta de 22 anos.

Na sua edição de hoje, o Jornal de Angola avança que o 1.º de Agosto pede este montante pelos direitos de formação de Shelsia Gabriel, caso queira integrar a equipa sénior feminino de andebol do Petro de Luanda, onde treina há dois meses sem constar da lista.

Fonte do Jornal de Angola informou que a atleta foi dispensada pelo clube militar e não tem qualquer vínculo contratual. Com o objectivo de evitar males maiores, a área jurídica da Federação Angolana de Andebol (FAAND) reuniu com os parentes da jogadora e os membros da equipa técnica do 1.º de Agosto, porém, o desfecho ainda é desconhecido.

A fonte refere, também, que nada impede a utilização da central, pois o regulamento da FAAND é claro.

«A Federação deve dar uma resposta. A Shelsia manifestou o interesse em jogar noutro clube há dois meses. Até onde sabemos, o 1.º Agosto está a cobrar os direitos de formação no valor astronómico de 62 milhões de kwanzas. Quando a atleta é formada e atinge o escalão sénior, os pagamentos são feitos durante duas épocas.

A Shelsia jogou por quatro temporadas. Em condições normais, não devia haver reunião, pois nada impede a atleta. O valor gasto na formação é um problema deles. Se é que gastaram mesmo isso. A Federação quer evitar ao máximo o conflito. Portanto, é uma jogadora livre», explicou.

Em reacção, o treinador e director da Cidade Desportiva do 1.º de Agosto, José Chuma, disse que as declarações acima não correspondem à verdade.

«O assunto ainda está a ser negociado. De facto, reunimos com a Federação e ainda hoje (ontem) o resumo do encontro chegou à direcção. Posso garantir que a informação (sobre a cobrança de direitos de formação) é falsa. A Shelsia tem contrato com o 1.º de Agosto até Dezembro de 2024. Tivemos gastos na formação e, por outro lado, existe a cláusula de rescisão. Não é tão simples como parece. Tão logo seja possível, haverá um pronunciamento», esclareceu.

Petro privado de utilizar Shelsia Gabriel por conta de 62 milhões de kwanzas


Apesar de ter sido anunciada como reforço do emblema tricolor em Outubro de 2022, a Direcção do Petro de Luanda vê-se com dificuldade de utilizar a meia distância Shelsia Gabriel tudo porque a direcção do 1.º de Agosto, clube de proveniência da atleta, exige um montante de 62 milhões de kwanzas para libertar o passe da jovem atleta de 22 anos.

Na sua edição de hoje, o Jornal de Angola avança que o 1.º de Agosto pede este montante pelos direitos de formação de Shelsia Gabriel, caso queira integrar a equipa sénior feminino de andebol do Petro de Luanda, onde treina há dois meses sem constar da lista.

Fonte do Jornal de Angola informou que a atleta foi dispensada pelo clube militar e não tem qualquer vínculo contratual. Com o objectivo de evitar males maiores, a área jurídica da Federação Angolana de Andebol (FAAND) reuniu com os parentes da jogadora e os membros da equipa técnica do 1.º de Agosto, porém, o desfecho ainda é desconhecido.

A fonte refere, também, que nada impede a utilização da central, pois o regulamento da FAAND é claro.

«A Federação deve dar uma resposta. A Shelsia manifestou o interesse em jogar noutro clube há dois meses. Até onde sabemos, o 1.º Agosto está a cobrar os direitos de formação no valor astronómico de 62 milhões de kwanzas. Quando a atleta é formada e atinge o escalão sénior, os pagamentos são feitos durante duas épocas.

A Shelsia jogou por quatro temporadas. Em condições normais, não devia haver reunião, pois nada impede a atleta. O valor gasto na formação é um problema deles. Se é que gastaram mesmo isso. A Federação quer evitar ao máximo o conflito. Portanto, é uma jogadora livre», explicou.

Em reacção, o treinador e director da Cidade Desportiva do 1.º de Agosto, José Chuma, disse que as declarações acima não correspondem à verdade.

«O assunto ainda está a ser negociado. De facto, reunimos com a Federação e ainda hoje (ontem) o resumo do encontro chegou à direcção. Posso garantir que a informação (sobre a cobrança de direitos de formação) é falsa. A Shelsia tem contrato com o 1.º de Agosto até Dezembro de 2024. Tivemos gastos na formação e, por outro lado, existe a cláusula de rescisão. Não é tão simples como parece. Tão logo seja possível, haverá um pronunciamento», esclareceu.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Powered by Live Score & Live Score App