Últimas
É NOTÍCIA: ANCAF quer GIRABOLA ser emitido em formato live streaming

É NOTÍCIA: ANCAF quer GIRABOLA ser emitido em formato live streaming

É NOTÍCIA: Elizabeth Dongua, melhor marcadora do ‘Nacional’, ruma para o andebol congolês

É NOTÍCIA: Elizabeth Dongua, melhor marcadora do ‘Nacional’, ruma para o andebol congolês

É NOTÍCIA

É NOTÍCIA: Hilal do Sudão pode estar a fazer jogo de bastidores para vencer Petro

É NOTÍCIA: Hilal do Sudão pode estar a fazer jogo de bastidores para vencer Petro

É NOTÍCIA: ‘GUERREIROS’ falham Pan-Africano no Ghana por não inscrição

É NOTÍCIA: ‘GUERREIROS’ falham Pan-Africano no Ghana por não inscrição

É NOTÍCIA: Clubes deixam de pagar árbitros na 2ª volta do Girabola 2023-24

É NOTÍCIA: Clubes deixam de pagar árbitros na 2ª volta do Girabola 2023-24

É NOTÍCIA: Fala-se que já há um acordo verbal entre o Petro de Luanda e jogador do clube militar

É NOTÍCIA: Fala-se que já há um acordo verbal entre o Petro de Luanda e jogador do clube militar

É NOTÍCIA: Herlander Coimbra alerta que «Não há lançadores na Selecção que vai à Tunísia»

É NOTÍCIA: Herlander Coimbra alerta que «Não há lançadores na Selecção que vai à Tunísia»

É NOTÍCIA: A FAF irá melhorar salário de Pedro Gonçalves nos próximos dias

É NOTÍCIA: A FAF irá melhorar salário de Pedro Gonçalves nos próximos dias

É NOTÍCIA: Atraso na aprovação da “Lei Antidopagem” pode excluir Angola de competições internacionais

É NOTÍCIA: Atraso na aprovação da “Lei Antidopagem” pode excluir Angola de competições internacionais

É NOTÍCIA: Meia Maratona da Paz terá custo aproximado de Akz 54 milhões


A segunda Meia Maratona Internacional da Paz”, a disputar-se a partir das 8h00 do dia 4 de Abril, em Luanda, está inicialmente orçada em 50 milhões de Kwanzas, mais 20 do que a edição anterior, decorrida em 2022.

O facto foi hoje ontem (quarta-feira) avançado à imprensa, na capital do país, pelo coordenador da prova, Adriano Nunes, esclarecendo que o valor pode aumentar de acordo com o número de participantes, já que estimam por cerca de três mil concorrentes.

Acrescentou que os interessados na prova já podem começar a fazer as suas inscrições, na medida em que os aspectos organizativos estão acautelados. As inscrições começaram ontem (quarta-feira) e terminam a 18 de Fevereiro.

Os atletas federados e os de elite, para terem acesso ao dorsal personalizado, na primeira fase e na segunda, as inscrições vão de 18 a 28 de Fevereiro. A terceira e última, de 1 a 15 de Março, nesta, os participantes não terão dorsais personalizados.

Adriano Nunes explicou que os inscritos na primeira fase terão dorsais personalizados, por causa da antecipação da feitura, porque são feitos no exterior do país, além de que cedência de vistos para os estrangeiros têm em conta as questões burocráticas.

A prova manterá o mesmo percurso de 21.0975 Km, que terá como partida defronte ao Porto de Luanda, chegada na Avenida António Agostinho Neto (frente ao Mausoléu), bem como a corrida da família, com apenas cinco (5) km.

Quanto aos vencedores, a organização reserva prémios em dólares americanos para os atletas de elite, em ambos os sexos, que é de seis (6) mil dólares americanos, aos primeiros, cinco (5) mil para o segundo, quatro (4) mil para o terceiro, e mil para o décimo lugar.

Para os atletas federados, 250 mil Kwanzas, para o primeiro, 200 mil pelo segundo, 150 para o terceiro, e 50 mil para o décimo colocado.

Os atletas populares e portadores de deficiências (paralímpico), a prova premiarão de 200 mil, 150 mil e 100 mil Kwanzas, do primeiro ao terceiro, aos passo que os veteranos serão agraciados com 150 mil.

Segundo a comissão organizativa, vai oferecer um bónus adicional de mil dólares norte-americano ao atleta que quebrar o recorde da corrida de 1.03.17, para os masculinos, e 1.11.52 para os femininos.

A inscrições podem ser feitas pelas seguintes plataformas digitais, www.tchacosport.ao, E-mail: crdseventosangola@hotmail.com, Facebook: MeiamaratonadapazAngola e Whatsapp: 00 244 923 508 703.

Também por via dos locais de maior concentração na capital do país, nomeadamente, Largo da Mutamba, Cidadela Desportiva e na Vila de Viana.

De 18 de Janeiro a 18 de Fevereiro, para a prova da família de 5 km, sem fim competitivo, os nacionais vão pagar a inscrição de dois mil kwanzas, e os estrangeiros residentes pagarão quatro mil.

Para inscrição da prova de 21,0975 km, os atletas populares têm uma taxa de quatro mil Kwanzas, federados cinco mil, e estrangeiros 10 mil. Se passarem o dia 18 de Fevereiro, a taxa vai aumentar 25 por cento, e se chegar até 15 de Março, subirá para 50, a taxa de inscrição nos mais diversos escalões.

No dia 15 de Fevereiro, a organização vai pronunciar-se em conferência de imprensa, com o local e hora a indicar, para informar sobre o nível de organização inerente e o número de países a participar do evento.

Também número de nacionais e estrangeiros residentes inscritos e a situação do percurso. Depois, a organização faz outra conferência no dia 15 de Março, depois no dia 2 de Abril, para limar as últimas arestas e apresentação dos atletas de elite.

Na edição passada, o fundista queniano Isaac Chebuyo foi o grande vencedor da Meia Maratona da Paz, com o tempo de 1.3.17, seguido dos seus compatriotas Leonard Langat (1.03.20) e Albert Kangogo(1.03.28).

Em feminino, o triunfo foi da etíope Yalemget Mekuriyaw, que cronometrou 1.11.52, secundada por Violah Motosio (1.13.25) e Damaris Mutua (1.14,39), ambas do Bahrain.

Na apresentação da prova, o referido responsável esteve acompanhado do promotor Carlos Rosa, do médico e director do Centro Nacional de Medicina Desportiva, João Mulima, que também falou sobre os aspectos organizativos da sua especialidade.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Powered by Live Score & Live Score App