É NOTÍCIA: Mi Mosquito deixa Caála e sonha com a presidência da Federação Angolana de Futebol

O velho desejo de chegar ao cadeirão máximo da Federação Angolana de Futebol (FAF) ganha cada vez mais espaço na mente de Horácio Mosquito, presidente de...


O velho desejo de chegar ao cadeirão máximo da Federação Angolana de Futebol (FAF) ganha cada vez mais espaço na mente de Horácio Mosquito, presidente de direcção do Clube Recreativo da Caála.

Como primeiro passo, o dirigente anunciou, em entrevista exclusiva à Rádio Cinco, que renunciou o cargo de presidente do clube do planalto central.

Horácio Mosquito apresentou às razões de querer candidatar-se à presidência da Federação Angolana de Futebol.

«Acredito que ganhei experiência suficiente durante os 10 anos que fiquei na Caála, e acho que chegou o momento de querer algo mais depois da experiência que granjeei dentro da empresa da qual faço parte. O estado actual do nosso futebol, e olhando para o futebol negócio, é também uma das grandes motivações da minha candidatura à presidência da FAF».

Horácio Mosquito é do entender que a Federação Angolana de Futebol deve ter vários líderes que possam agregar valores à sua gestão.

«Eu acho que a Federação deve ter vários líderes baseados em competências em todos os departamentos. Precisamos reformular as questões dos estatutos, temos que actualizar para melhorar o nosso futebol.

O jovem gestor desportivo pensa que é necessário se criar um campeonato nacional que vá ao encontro com a realidade do país em si, com surgimento de competições províncias e regionais.

«O campeonato nacional deve ser de acordo com a nossa realidade, temos que voltar aos campeonatos provinciais para depois termos os campeonatos regionais. Tudo isso é um processo. E se calhar fazermos palestras e termos contactos com a lei do mecenato. Nós temos clubes que vivem a gastar milhões quando facturam tostões. Um Horácio Mosquito faz falta na FAF, não para ir sacar, mas para trazer», disse.

Horácio Mosquito disse que tem preparado um programa ambicioso cujo lema é (Dividir esforços para somarmos todos juntos).

«Temos um programa ambicioso que tem a vertente empresarial, desportiva e social. Vamos pensar Angola. O nosso lema é (Dividir esforços para somarmos todos juntos)».

Horácio Mosquito, filho do renomado empresário angolano António Mosquito, enquanto presidente do Clube Recreativo da Caála chegou a ser vice-campeão do Girabola na época 2010, terminando com os mesmos números de pontos na tabela classificativa com o Interclube.

Marcos Olgário

Marcos Olgário

Deixe o seu comentário

Classificação Girabola 2023/24

Data provided by Scoreaxis

Últimas

Siga o nosso Facebok

CAN 2023