É NOTÍCIA: Lenda camaronesa atira-se contra Eto’o. «Ele pagou para estar no Qatar 2022»

A quatro dias para o arranque do Mundial, maior montra do futebol do mundo, de África, mas propriamente nos Camarões, vem polémicas em torno da convocatória...


A quatro dias para o arranque do Mundial, maior montra do futebol do mundo, de África, mas propriamente nos Camarões, vem polémicas em torno da convocatória de Roberto Song para a Copa do Mundo que vai decorrer de 20 de Novembro a 18 de Dezembro deste ano.

A antiga lenda camaronesa, Mohamedou Idrissou, disse que a convocatória anunciada está viciada e cheia de injustiça pelo facto do defesa central Ngando não ter sido convocado.

«Sou responsável pelo que vou dizer, é injustiça o que está acontecendo com alguns jogadores camaroneses nesta FECAFOOT de Samuel Eto’o. Ngando é o melhor defesa dos Camarões actualmente, mas não foi convocado e ficou substituído por um jogador fraco que é parente do Samuel. Rigoberto Song, apesar de sua rica história com Camarões, tornou-se apenas um fantoche que Eto’o faz, o que é uma pena», disse.

Para Idrissou, o ex-companheiro de equipa não tem moral e que o povo camaronês sabe como chegou à presidência daquela federação.

«Eto’o não é uma pessoa honesta. Todos sabemos como ele conquistou a presidência da Federação Camaronesa com manipulações, subornos e a cumplicidade do Ministro camaronês da Juventude e Desportos», revelou.

O ex-médio dos Leões Indomáveis acusa Eto’o de ter pago o árbitro gambiano Bakary Gassama, que ajuizou o jogo da segunda mão frente aos argelinos em Argel.

«Sim, nos classificamos com uma grande propina para Bakary Gassama, que é uma pessoa mimada por Eto’o. Ele é um covarde e uma personalidade fraca. Sofria de racismo nos estádios europeus e agora quer conquistar a glória em nome da grande selecção camaronesa.

A história dos Camarões no futebol foi feita por grandes jogadores como Moufidi, Oumam Bey e Rogi Milla, e até a nossa geração foi liderada por Mboma, Foye e Jeremy. Voltaremos com uma terrível decepção da Copa do Mundo do Qatar porque não merecemos estar lá, e a maldição da Argélia irá nos assombrar para sempre. E mesmo quando Issa Hayatou era presidente da CAF, competimos com honra e não recorremos a métodos sujos contra equipas africanos».

A entrevista do ex-internacional camaronês está a agitar os agentes do desporto naquele país.

Marcos Olgário

Marcos Olgário

Deixe o seu comentário

Classificação Girabola 2023/24

Data provided by Scoreaxis

Últimas

Siga o nosso Facebok

CAN 2023