É NOTÍCIA: Não há campo para se fazer Girabola na capital. Coqueiros tem relva fora do normal

Com a interdição de 30 dias do Estádio Nacional 11 de Novembro, para obras de requalificação e melhoria do tapete relvado, surge outra questão; aonde se...


Com a interdição de 30 dias do Estádio Nacional 11 de Novembro, para obras de requalificação e melhoria do tapete relvado, surge outra questão; aonde se vai jogar o Girabola em Luanda?

A redacção do Bola Em Campo havia feito, em meados do mês de outubro, uma visita ao Estádio dos Coqueiros, e constatou que o relvado daquele recinto desportivo não está em perfeitas condições para albergar jogos do Girabola.

O relvado está desnivelado em algumas áreas do retângulo de jogo, dificultando assim o normal funcionamento.

Segundo apurou a nossa equipa de reportagem, uma das causas do mau estado da relva deve-se ao facto da selecção de futebol com muletas ter realizado várias sessões de treinos aquando da sua preparação para o campeonato do mundo que decorreu na Turquia, no mês de outubro.

A nossa fonte contou que as muletas usadas pelos vice-campeões causaram buracos no relvado.

Todavia, as equipas do Petro de Luanda e do 1º de Agosto, que nas últimas épocas jogaram no Estádio 11 de Novembro, na condição de equipas visitadas, têm como alternativa o Estádio 22 de Junho.

Marcos Olgário

Marcos Olgário

Deixe o seu comentário

Classificação Girabola 2023/24

Data provided by Scoreaxis

Últimas

Siga o nosso Facebok

CAN 2023