É NOTÍCIA: Gyan insiste em estar na Copa do Qatar e ressalta terminar como Roger Milla

Asamoah Gyan continua alimentar o desejo de estar na próxima Copa do Mundo, Qatar 2022, pelos Black Stars. Em Novembro, a altura do Mundial, o avançado...


Asamoah Gyan continua alimentar o desejo de estar na próxima Copa do Mundo, Qatar 2022, pelos Black Stars. Em Novembro, a altura do Mundial, o avançado terá 37 anos, mas ainda assim quer mostrar a sua veia goleadora na prova, embora não esteja nos planos do técnico ganense Addo.

o craque ganense, numa entrevista concedida à BBC, prometeu seguir as “pegadas” da lenda camaronesa Roger Milla, que chegou a mostrar todo o seu talento no “Mundial 1994”, na Itália, quando já tinha 42 anos.

«Não anunciei a minha aposentadoria», disse Asamoah Gyan à BBC Sport, acrescentando que «Tudo pode acontecer. Sabem que já aconteceu na selecção dos Camarões, em 1994, com Roger Milla, que voltou a jogar em grande».

Em 2010, Asamoah Gyan fez sonhar os adeptos Black Stars e até mesmo um continente inteiro, durante o Campeonato do Mundo na África do Sul, quando “levou” os Black Stars aos quartos de final.

Ao serviço da sua selecção tem seis golos em três edições (2006-2010-2014).

A qualificação desta vez, para o Mundial do Qatar 2022, a sua selecção (Ghana) convenceu muitos adeptos a defender que o mesmo permaneça no onze. E de facto, Asamoah Gyan está a sonhar com o Campeonato do Mundo.

A sua última e grande aparição na selecção foi em Julho de 2019. Hoje, o craque, que tem 107 internacionalizações (51 golos) não cede: quer participar na aventura do Qatar.

«O Campeonato do Mundo é o sonho de todo jogador de futebol. Acho que ainda tenho energia para me provar mais uma vez», disse o atacante em comentários retransmitidos pela estação inglesa BBC Sport voltada para a África.

Marcos Olgário

Marcos Olgário

Deixe o seu comentário

Classificação Girabola 2023/24

Data provided by Scoreaxis

Últimas

Siga o nosso Facebok

CAN 2023