É NOTÍCIA: Josep Clarós afasta Aboubakar Gakou do combina nacional

O afastamento do extremo poste do Petro de Luanda, Aboubakar Gakou, constitui a grande surpresa da primeira triagem realizada ontem, pelo seleccionador nacional dos hendecacampeões africanos,...



O afastamento do extremo poste do Petro de Luanda, Aboubakar Gakou, constitui a grande surpresa da primeira triagem realizada ontem, pelo seleccionador nacional dos hendecacampeões africanos, que projecta no Centro de Alto Rendimento de Sangalhos, Portugal, a quarta e penúltuma janela de qualificação Zona Africana para a Copa do Mundo de 2023, a decorrer de 26 a 28 do mês em curso, em Abidjan, capital da Côte d’Ivoire.

Depois de ter falhado a terceira janela de qualificação, por lesão, o extremo-poste da formação do Eixo-viário, dois metros e um centímetros, 24 anos, não foi capaz de convencerr o técnico catalão, que se prepara para fazer mais uma filtragem ao grupo, por sinal, a última, antes de seguir viagem para o palco da competição.
Além de Aboubakar Gakou, foram ainda afastados do grupo de trabalho André Nsingue (base) e Gilson Martins, ambos do Atlético Sport Aviação (ASA), para além de Joel António, 20 anos, extremo do Interclube.

Com a saída do quarteto acima referenciado, o grupo liderado pelo trio de técnicos, Josep Clarós “Pep”, Aníbal Moreira e Miguel Pontes Lutonda, fica reduzido para 15 jogadores.

Entretanto, a filtragem final deve acontecer, em princípio, na próxima terça-feira, dia em que os hendecacampeões africanos encerram o estágio pré-competitivo que realizam no Centro de Alto Rendimento de Sangalhos, na região Norte de Portugal.

A expectativa continua a marcar os últimos dias de preparação da Pré-Selecção Nacional que acerta os últimos detalhes, antes de rumar para Abidjan. Para a capital da Côte d’Ivoire vão seguir viagem os doze “embaixadores”, que serão anunciados, na terça-feira, pelo técnico catalão que prolongou o “casamento” com a direcção do órgão reitor da modalidade no país, por mais catorze 14 meses.

Bruno Fernando, poste dos Houston Rockets da Liga Norte Americana de Basquetebol (NBA), Gerson Gonçalves “Lukeny”, extremo base, Childe Dundão, base, Gerson Domingos, base, todos do Petro de Luanda, Jilson Bango, poste do 1⁰ de Agosto têm já asseguradas as respectivas presenças na lista final.

Os atletas acima referenciados constituem, nesta altura, as principais referências dos hendecacampeões africanos.

Só por questões de saúde ou lesão poderá afastar qualquer dos referidos atletas da “operação” Abidjan, na qual os angolanos estão proibidos de fracassar, sob pena de estarem cada vez mais distantes da Copa do Mundo de 2023.

A Selecção Nacional ocupa, nesta altura, o terceiro lugar do Grupo E, com seis pontos, contra oito e sete da Côte d’Ivoire e Cabo Verde, na primeira e segunda posições, respectivamente. Nigéria (seis), Uganda (cinco) e Guiné, com quatro pontos, ocupam os últimos lugares da tabela classificativa da série E.

Contra todas as expectativas, o Sudão do Sul comanda o Grupo F, com doze pontos, contra onze e dez, do Egipto e Tunísia, nas posições imediatas. República Democrática do Congo, Senegal e Camarões ocupam os últimos lugares da série F.

Qualificam-se para a Copa do Mundo de 2023 os dois primeiros classificados de cada grupo, mais o terceiro melhor classificado, totalizando cinco selecções que vão representar o continente africano no evento mundial.

Todo direito: JA

Marcos Olgário

Marcos Olgário

Deixe o seu comentário

Classificação Girabola 2023/24

Data provided by Scoreaxis

Últimas

Siga o nosso Facebok

CAN 2023