É NOTÍCIA: Bianchi quer continuar no Inter e promete formar um plantel mais competitivo

A poucas jornadas do final do Girabola 2021-22, o hispano-brasileiro Beto Bianchi, que tem mais um ano de contrato com o Interclube, fez o resumo da...


A poucas jornadas do final do Girabola 2021-22, o hispano-brasileiro Beto Bianchi, que tem mais um ano de contrato com o Interclube, fez o resumo da presente época e já perspectiva a próxima caso venha ficar no clube da polícia.

Em entrevista à Rádio Cinco, Beto Bianchi começou por dizer que todo projecto novo precisa de tempo e nos dias que correm metade das equipas angolanas vivem uma crise financeira. E a equipa do Interclube não foge a regra.

«Todo projecto precisa de adaptação. E hoje o Interclube tem grandes limitações financeiras, apesar de ter todos os salários e prémios de jogos a tempo. Estamos a construir uma equipa jovem, e muitos estão a jogar o Girabola pela primeira vez, precisamos ter alguma paciência e vamos ver em que lugar vamos ficar no final do campeonato. Hoje, o Inter já tem um perfil de jogo e os conceitos tácticos estão a ser aperfeiçoados. Acredito que os jogadores neste aspecto evoluíram muito», disse.

Beto Bianchi, que superou o número de pontos da época anterior, fez saber que o grande objectivo é tirar o melhor proveito de cada jogador.

«Encontrámos jogadores com muitos problemas e defeitos. Hoje, exigimos o máximo de cada atleta. Fazemos um controlo diário, os jogadores evoluíram em termos de peso, evolução táctica e técnica», referiu.

Para o treinador hispano-brasileiro, é preferível trabalhar com jogadores jovens.

«Eu acredito no potencial de jogadores jovens com bom perfil, dar mais atenção e dedicação, e aqui tem sido assim. O resultado pode não ser agora, mas certamente o futuro do clube está salvaguardado. Todas as semanas nós avaliamos jogadores da base com esse objectivo de preparar o futuro do clube», explicou.

Sobre o perfil do jogador angolano, Beto Bianchi é de opinião que o Girabola é uma fonte de jogadores. Porém, refere que é necessário maior trabalho táctico para dar um salto na europa.

«Temos bons jogadores em Angola, mas por vezes a media ilude os ‘meninos’. É preciso ter muita paciência, mais rigor táctico, para que brilhem em outros campeonatos da europa», disse.

Durante a entrevista, Bianchi mostrou-se triste pela qualidade de alguns campos que servem as partidas do Girabola, que ao seu ver dificultam a qualidade do jogo.

«O Girabola é uma competição muito interessante, eu saí a coisa de dois anos e meio, regressei e continuo a ver muitos estádios que não são dignos de uma primeira divisão, inclusive não ajudam no desenvolvimento de jogadores, principalmente jovens. São situações do Girabola que têm pontos muito positivos, mas também muito negativos que deveriam ser resolvidos», lamentou.

Sobre um possível regresso às competições africanas, Beto Bianchi mostrou-se séptico pelo facto de se gastar muito com as viagens na Taça Nelson Mandela.

«A Liga dos Campeões é uma coisa, a Taça CAF não tem muito retorno financeiro, são muitos gastos, e não há tanto retorno. Há situações que tem que se fretar o voo. Mas tudo isso é uma questão que a direcção deve pensar», analisou.

Quanto a renovação de contrato, Beto Bianchi deixou em aberto.

«Se houver interesse das duas partes eu posso dar continuidade ao trabalho. Porque é importante dizer que eu não participei na formação do plantel. Eu encontrei já a equipa formada. Mas se eu ficar, vamos reforçar os sectores da defesa, meio campo e ataque com perfil que se encaixa na nossa forma de jogar».

A equipa do Interclube ocupa a 4ª posição do Girabola com 33 pontos somados, superando, assim, a classificação anterior com 44 pontos, terminando na 6ª posição.

Marcos Olgário

Marcos Olgário

Deixe o seu comentário

Classificação Girabola 2023/24

Data provided by Scoreaxis

Últimas

Siga o nosso Facebok

CAN 2023