Últimas
É NOTÍCIA: ANCAF quer GIRABOLA ser emitido em formato live streaming

É NOTÍCIA: ANCAF quer GIRABOLA ser emitido em formato live streaming

É NOTÍCIA: Elizabeth Dongua, melhor marcadora do ‘Nacional’, ruma para o andebol congolês

É NOTÍCIA: Elizabeth Dongua, melhor marcadora do ‘Nacional’, ruma para o andebol congolês

É NOTÍCIA

É NOTÍCIA: Hilal do Sudão pode estar a fazer jogo de bastidores para vencer Petro

É NOTÍCIA: Hilal do Sudão pode estar a fazer jogo de bastidores para vencer Petro

É NOTÍCIA: ‘GUERREIROS’ falham Pan-Africano no Ghana por não inscrição

É NOTÍCIA: ‘GUERREIROS’ falham Pan-Africano no Ghana por não inscrição

É NOTÍCIA: Clubes deixam de pagar árbitros na 2ª volta do Girabola 2023-24

É NOTÍCIA: Clubes deixam de pagar árbitros na 2ª volta do Girabola 2023-24

É NOTÍCIA: Fala-se que já há um acordo verbal entre o Petro de Luanda e jogador do clube militar

É NOTÍCIA: Fala-se que já há um acordo verbal entre o Petro de Luanda e jogador do clube militar

É NOTÍCIA: Herlander Coimbra alerta que «Não há lançadores na Selecção que vai à Tunísia»

É NOTÍCIA: Herlander Coimbra alerta que «Não há lançadores na Selecção que vai à Tunísia»

É NOTÍCIA: A FAF irá melhorar salário de Pedro Gonçalves nos próximos dias

É NOTÍCIA: A FAF irá melhorar salário de Pedro Gonçalves nos próximos dias

É NOTÍCIA: Atraso na aprovação da “Lei Antidopagem” pode excluir Angola de competições internacionais

É NOTÍCIA: Atraso na aprovação da “Lei Antidopagem” pode excluir Angola de competições internacionais

É NOTÍCIA: Ministério das Finanças disponibiliza apenas 200 milhões de kwanzas mês mas D’Agosto quer 800 milhões


Está à vista um período mais difícil para a direcção do 1º de Agosto. O Novo Jornal, na sua edição desta sexta-feira, 18, noticia que o 1º de Agosto precisa de um orçamento na ordem dos 800 milhões de kwanzas/mês, porém, o Ministério das Finanças vai apenas desembolsar 200 milhões de kwanzas/mês, o que não chega para as despesas orçamental do maior clube angolano.

O Novo Jornal refere ainda que, Inicialmente, o Ministério das Finanças estava a disponibilizar apenas 150 milhões de kwanzas/mês, mas o Ministério da Defesa argumentou que a verba é insuficiente para apoiar as despesas do clube.

Os valores recebidos pela direcção do 1º de Agosto, estimados em 200 milhões de kwanzas, do Tesouro Nacional, não deverá ser permanente, sendo que o clube deve procurar outras soluções posteriormente.

O 1º de Agosto beneficiava de dinheiro destinado a unidades fictícias que estavam no esquema de altas patentes do Ministério da Defesa e das Forças Armadas Angolanas, sendo que essa modalidade começou a reduzir em 2017 quando o Ministério das Finanças decidiu incluir todos os funcionários públicos no Sistema Integrado de Gestão do Estado (SIGPE), avançou o Novo Jornal.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Powered by Live Score & Live Score App