Últimas
É NOTÍCIA: ANCAF quer GIRABOLA ser emitido em formato live streaming

É NOTÍCIA: ANCAF quer GIRABOLA ser emitido em formato live streaming

É NOTÍCIA: Elizabeth Dongua, melhor marcadora do ‘Nacional’, ruma para o andebol congolês

É NOTÍCIA: Elizabeth Dongua, melhor marcadora do ‘Nacional’, ruma para o andebol congolês

É NOTÍCIA

É NOTÍCIA: Hilal do Sudão pode estar a fazer jogo de bastidores para vencer Petro

É NOTÍCIA: Hilal do Sudão pode estar a fazer jogo de bastidores para vencer Petro

É NOTÍCIA: ‘GUERREIROS’ falham Pan-Africano no Ghana por não inscrição

É NOTÍCIA: ‘GUERREIROS’ falham Pan-Africano no Ghana por não inscrição

É NOTÍCIA: Clubes deixam de pagar árbitros na 2ª volta do Girabola 2023-24

É NOTÍCIA: Clubes deixam de pagar árbitros na 2ª volta do Girabola 2023-24

É NOTÍCIA: Fala-se que já há um acordo verbal entre o Petro de Luanda e jogador do clube militar

É NOTÍCIA: Fala-se que já há um acordo verbal entre o Petro de Luanda e jogador do clube militar

É NOTÍCIA: Herlander Coimbra alerta que «Não há lançadores na Selecção que vai à Tunísia»

É NOTÍCIA: Herlander Coimbra alerta que «Não há lançadores na Selecção que vai à Tunísia»

É NOTÍCIA: A FAF irá melhorar salário de Pedro Gonçalves nos próximos dias

É NOTÍCIA: A FAF irá melhorar salário de Pedro Gonçalves nos próximos dias

É NOTÍCIA: Atraso na aprovação da “Lei Antidopagem” pode excluir Angola de competições internacionais

É NOTÍCIA: Atraso na aprovação da “Lei Antidopagem” pode excluir Angola de competições internacionais

É NOTÍCIA: 75% dos jogadores não querem Copa de dois em dois anos


Uma pesquisa realizada pela Fifpro, o sindicato dos jogadores, com 1.000 jogadores profissionais de futebol, indica que 75% deles são contra a realização de uma Copa do Mundo a cada dois anos.

Estes também acreditam que a sua opinião, assim como seu bem-estar, não é suficientemente levada em conta pelos órgãos internacionais.

Gianni Infantino, presidente da FIFA. “Três em cada quatro jogadores profissionais querem manter o formato de uma Copa do Mundo a cada quatro anos. É com essa conclusão que o Fifpro, sindicato que representa os jogadores, divulgou os resultados de sua pesquisa sobre a realização de uma Copa do Mundo a cada dois anos.

Entretanto, embora a ideia seja fortemente defendida por Gianni Infantino, o sindicato consultou 1.000 futebolistas profissionais de 70 nacionalidades diferentes para colher sua opinião sobre a questão. E o resultado é definitivo. 75% dos jogadores do painel são contra a mudança para uma Copa do Mundo a cada dois anos, como Kylian Mbappé, que recentemente se posicionou. Um número que sobe para 77% entre os jogadores europeus e asiáticos, contra 63% para os jogadores do continente americano.

Por outro lado, a nível do continente africano, as opiniões estão longe de ser resolvidas. São 51% dos jogadores africanos questionados para uma Copa do Mundo a cada dois anos ou a cada três anos, 49% são pela manutenção do formato actual. Um resultado bastante alinhado com os dirigentes da Confederação Africana de Futebol, a favor da reforma liderada pelo Presidente Infantino.

Os jogadores sentem que não são ouvidos o suficiente. A pesquisa indica um apego particular dos jogadores à Copa que não são ouvidos.

Em outra descoberta importante da pesquisa, a maioria dos jogadores classifica a Copa do Mundo e sua liga nacional como suas competições favoritas. “As ligas nacionais estão entre as competições de estrelas aos olhos dos jogadores, o que sublinha a importância de proteger e fortalecer estes campeonatos (…) Fifpro. Eles estão 81% entre os 1000 jogadores questionados para colocar no topo das suas preferências o campeonato nacional, ou o Mundial em seu formato clássico a cada quatro anos.

Resta saber se esses dados serão levados em consideração pela FIFA, a pesquisa da Fifpro também indica que apenas 21% dos jogadores acham que sua voz é respeitada e que seu bem-estar é devidamente levado em consideração.

«Esta pesquisa destaca a necessidade de mais estruturas de negociação colectiva em nosso sector, especialmente ao nível internacional», disse Jonas Baer-Hoffmann, Secretário-geral do Sindicato.

Embora esse projecto de mudança para uma Copa do Mundo a cada dois anos seja contestado pelas federações europeias e sul-americanas, a Fifpro pretende continuar as suas consultas com os jogadores.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Powered by Live Score & Live Score App