É NOTÍCIA: Tomás Faria diz que há passos avançados para surgimento da Liga Profissional

Numa entrevista concedida à Rádio Cinco, em alusão ao 41ª aniversário do Petro Atlético de Luanda, Tomás Faria, presidente do clube tricolor e membro da comissão...


Numa entrevista concedida à Rádio Cinco, em alusão ao 41ª aniversário do Petro Atlético de Luanda, Tomás Faria, presidente do clube tricolor e membro da comissão instaladora para criação da Liga de Futebol Profissional de Angola (LFPA), disse, durante a entrevista, que há passos muito avançados para que se efective a criação da tão almejada Liga do futebol nacional.

Alves Simões assinatura de protocolos

«Como sabe, está aprovada a comissão instaladora, após uma concertação entre os clubes e a Federação Angolana de Futebol (FAF), para a criação da Liga de Futebol Profissional de Angola. Nesta altura, os passos estão muito avançados para o feito», disse.

By

Tomás Faria assegurou, durante a entrevista, que em breve a referida comissão vai informar pontos essenciais sobre o processo que culminará com a criação da Liga.

«Quero aqui dizer que nos próximos dias vamos fazer uma comunicação muito importante sobre o andamento do processo da Liga Profissional de Futebol de Angola. Como sabem, é um grande desafio do Presidente da FAF, Artur de Almeida e Silva, para que a Liga seja uma realidade no seu mandato e estamos todos em sintonia», assegurou.

Para o surgimento da Liga, a FIFA disponibilizou o seu consultor português Pedro Ribeiro, que tem trabalhado com FAF, bem como a comissão instaladora para a materialização da mesma.

«Temos já a comissão Instaladora. Tivemos algumas reuniões com um importante quadro cedido pela FIFA, que veio a propósito para nos apoiar a melhorar a nossa ideia no que a Liga de futebol diz respeito. A comissão já realizou algumas visitas em outros países que podem servir de modelo na implementação da Liga», referiu.

No entender do Presidente do Petro, a FAF tem muitas tarefas, daí que é necessário o surgimento da Liga para que os clubes tenham o seu próprio espaço de decisões.

«A FAF tem bastante tarefa para realizar. A organização das competições internas exige um pouco mais da FAF. As competições nacionais, a serem realizadas por via da Liga, dará sempre mais qualidade. Acredito que esta divisão vai ajudar as duas partes, quer a Federação como a futura Liga. Por isso, achamos que vamos ter vantagens com o surgimento da Liga, mas é óbvio que nunca vamos nos desligar da FAF», defendeu.

Sem avançar o horizonte temporal para a criação da Liga de Futebol Profissional de Angola, Tomás Faria acredita que o desejo dos clubes vai se realizar em pouco tempo.

Recorde-se que Álvaro Simões, ex-presidente do Interclube de Angola, é o Presidente da Comissão Instaladora da Liga Profissional de Futebol de Angola.

Marcos Olgário

Marcos Olgário

Deixe o seu comentário

Classificação Girabola 2023/24

Data provided by Scoreaxis

Últimas

Siga o nosso Facebok

CAN 2023