Últimas
É NOTÍCIA: Sagrada Esperança ‘namora’ Bruno Barroso que brilha na Premier League da Tanzânia

É NOTÍCIA: Sagrada Esperança ‘namora’ Bruno Barroso que brilha na Premier League da Tanzânia

É NOTÍCIA: Sagrada Esperança quer voltar à Champions League e já tem reforços à vista

É NOTÍCIA: Sagrada Esperança quer voltar à Champions League e já tem reforços à vista

É NOTÍCIA: Santa Rita ajeita-se com patrocínios de 45 milhões do BIC e 10 milhões de Akz do Instituto Superior Kalandula por época

É NOTÍCIA: Santa Rita ajeita-se com patrocínios de 45 milhões do BIC e 10 milhões de Akz do Instituto Superior Kalandula por época

É NOTÍCIA: Lépua Miranda cogitado como reforço para Petro de Luanda

É NOTÍCIA: Lépua Miranda cogitado como reforço para Petro de Luanda

É NOTÍCIA: Lucas João fala em criação de uma “Academia de Futebol em Angola”

É NOTÍCIA: Lucas João fala em criação de uma “Academia de Futebol em Angola”

É NOTÍCIA: Artur de Almeida vai concorrer para um terceiro mandato. FIFA tem confiança no actual elenco

É NOTÍCIA: Artur de Almeida vai concorrer para um terceiro mandato. FIFA tem confiança no actual elenco

É NOTÍCIA: Adeptos tricolores falam em Fiston Mayele. «Seria um bom reforço»

É NOTÍCIA: Adeptos tricolores falam em Fiston Mayele. «Seria um bom reforço»

É NOTÍCIA: Nem se quer jogou pelo Inter, gambiano que brilhou no CAN Sub-20 é cobiçado na Europa

É NOTÍCIA: Nem se quer jogou pelo Inter, gambiano que brilhou no CAN Sub-20 é cobiçado na Europa

É NOTÍCIA: Almeria de Espanha quer levar Buba Jammeh. Kaizer Chiefs também entra na corrida

É NOTÍCIA: Almeria de Espanha quer levar Buba Jammeh. Kaizer Chiefs também entra na corrida

É NOTÍCIA: Ricardo Baptista foi-lhe proposto ser substituto de Hugo Marques e negou vir à selecção

É NOTÍCIA: Ricardo Baptista foi-lhe proposto ser substituto de Hugo Marques e negou vir à selecção

É NOTÍCIA: Oliveira Gonçalves dá receita para Angola voltar ao mundial


O técnico com maior feito no futebol nacional, Oliveira Gonçalves, disse que angola pode voltar a uma fase final da prova mundial de futebol, desde que haja uma conjugação de esforços de todo os sectores que compreendem o desporto nacional. O ex-técnico dos Palancas Negras, que participou num debate hoje, 5 de Outubro, pela manhã, na Rádio Cinco, entende que quem treina a selecção nacional deve estar lá para fazer a diferença e ter capacidade de liderança.

«Eu penso que quem treina a selecção nacional de um país, e em particular de Angola, deve ir lá para fazer a diferença. Deve ter a capacidade de liderança. Portanto, precisamos ter maior organização a nível da nossa equipa técnica», disse.

Para Oliveira Gonçalves, Angola precisa valorizar as competições realizadas a nível da sua região, se quiser voltar aos bons tempos.

«Temos uma região muito forte, mas exploramos muito pouco. Não podemos menosprezar as edições da COSAFA. Nos anos passados nós fazíamos todas as edições da Taça Cosafa para pôr a nossa selecção a competir. Ex.: as selecções sub 17, 20, 21, 22 e 23, para dar maior ritmo as nossas selecções», contou.

Oliveira lembrou o momento quando chegou à selecção “AA”, rendendo, na altura, o brasileiro Ismael Hurtez.

«Quando fui convidado a comandar a selecção nacional eu já tinha uma base que vinha das selecções jovens que eu treinei.

Quanto a fase de apuramento ao mundial do Qatar, Oliveira Gonçalves acredita que Angola ainda pode se apurar.

«Angola ainda tem chances de se apurar para o Mundial do Qatar 2022. Precisamos vencer todos os jogos que restam dentro e fora de casa. Vamos acreditar e dar o nosso apoio à equipa nacional», acreditou.

Oliveira Gonçalves tem o maior registo enquanto seleccionador nacional. Levou angola em três fases finais de um CAN, e no dia 8 de Outubro de 2005 apurou Angola para o Mundial da Alemanha, em 2006. Angola esteve inserida no grupo B com as selecções de Portugal, México e Irão.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Powered by Live Score & Live Score App